Helena Brito - MindSteps Coaching - Logo

Recursos Educacionais Para Pais

Durante o nosso crescimento, vamos tomando consciência de algumas atitudes que os nossos pais e /ou educadores tiveram ou têm connosco e que não nos ajudaram ou ajudam a crescer de forma saudável.

Muitas destas atitudes estão relacionadas com comportamentos desadequados, como os castigos, as punições, as recompensas, os rótulos, o autoritarismo, a violência física e psicológica e a permissividade.

É comum dizermos que quando formos pais não vamos repetir alguns padrões educacionais dos nossos pais, no entanto, acabamos por fazê-lo.

Porque será?

Muitas vezes não temos e não procuramos informações sobre outras formas de educação mais possibilitadoras, limitando-nos a seguir o que a sociedade e/ou a família dita como sendo o comportamento “certo” ou o “errado” e seguimos esse modelo educacional.

No entanto, quando fazemos o que nos dizem ser o “comportamento certo”, muitas vezes sentimo-nos culpados, divididos, angustiados, inseguros, etc.

Tomar consciência desses sentimentos é o primeiro passo para a mudança, uma vez que a partir daí podemos refletir sobre o relacionamento que queremos criar com os nossos filhos e/ou educandos.

Se sentes que o relacionamento com o teu filho não é saudável ou não está alinhado com o que gostarias, é possível mudar. Hoje em dia, há uma panóplia de alternativas (in)formativas ao nosso dispor, desde livros, workshops, formações, sessões de coaching, grupos de partilha, etc.

Foi através da Parentalidade Consciente que encontrei resposta para muitas das minhas dúvidas e angústias e que permiti mudar o meu paradigma. Foi e é um caminho de avanços e recuos, mas nunca mais me deixei esquecer que as respostas quase nunca estão fora, mas dentro de mim e que é possível desenvolver recursos de educação eficazes.

Com a minha experiência profissional, como Coach e facilitadora de Parentalidade Consciente, observo que muitos adultos já utilizam os recursos eficazes, no entanto, quando me procuram, principalmente nas sessões de Coaching para jovens, quase sempre o motivo inicial é a necessidade de alterarem um comportamento do filho e o facto de as tentativas implementadas não terem resultado. Nesta fase, ainda colocam o foco no comportamento e não na relação, mas já tiveram coragem de querer mudar o método, o que é muito valioso.

Na primeira sessão que faço com estes pais, coloco o foco na definição das intenções que têm para a Parentalidade. Sem uma bússola para nos orientarmos nesta caminhada, é muito fácil voltar ao padrão anterior. É essa bússola que nos permite perseverar, mesmo quando as tentativas parecem falhar.

 

Desafio:

Que recursos utilizam hoje para resolver as situações abaixo com os vossos filhos/educandos? Que outros recursos poderiam utilizar?

– Não quererem sair do quarto

– Não fazerem o que vocês pedem

– Terem maus resultados escolares

– Passarem muito tempo no contexto digital

– Não colaborarem com as tarefas da casa

Procurar recursos mais possibilitadores é, de facto, um enorme desafio! Mas o desafio ainda maior é tomar consciência de como nos relacionamos com o que sentimos em relação ao comportamento dos nossos filhos.

A Parentalidade consciente permite-nos desenvolver relacionamentos positivos e construtivos, porque temos como base valores muito humanistas, como o respeito pela integridade, a responsabilidade pessoal, a autenticidade e o Igual Valor.

Quais são os recursos que conhece e que facilitam (ou não) o relacionamento com o seu filho?

Partilhem connosco as vossas sugestões para que #sejamosumareferênciaparaosjovens

Partilhe este artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Veja também outros artigos que lhe poderão interessar